Login:   Senha:     
Blog MANM
Comunicação de Valor – mensagem de um pai.
O Brasil precisa cultivar – cada vez mais – a comunicação de valores. Cabe aos cidadãos firmarem a essência que carregam, independente de classe social. Ao comunicar-se com base na verdade e no bem individual e coletivo, é possível modificar o mundo, a partir de cada um.

E essas atitudes recebem reconhecimento social. Um comerciante pagou a dívida assumida pelo pai, junto à farmácia. Depende, é claro, da determinação do filho, para reescrever a própria história. Entretanto, diante de tamanha convicção desse pai – fragmento de notícia abaixo, é possível acreditar no resgate do filho, em função de atitude coerente com a fala.

Fonte: Folha de São Paulo - 18/10/2013 - 09h57
Minha História: 'Quis pagar o que meu filho roubou'
DEPOIMENTO A JULIANA COISSI DE SÃO PAULO

No último dia 8, um rapaz de 18 anos foi preso em Jales (585 km a noroeste de São Paulo) sob suspeita de ter assaltado um posto de combustíveis e uma farmácia, levando R$ 1.500. Ao saber do caso, já na delegacia, o pai do jovem, o ajudante de pedreiro Dorivaldo Porfírio de Lima, 44, decidiu procurar as duas supostas vítimas para ressarcir o prejuízo. Sem recursos, assinou promissória para parcelar e pagar a dívida. (...)

Fiz a mesma coisa na farmácia. O dono falou que como foram dois envolvidos no roubo, ele dividiria os R$ 600 em R$ 300. Mas soube depois que um comerciante viu a história na TV e pagou a conta.
Se não der para pagar os R$ 90 do posto no fim do mês, eu pago R$ 40, R$ 50, o que der.

Se hoje em dia a gente andando no caminho certo já corre o risco de alguma coisa dar errado, imagina se andar no caminho errado? Dá mais errada ainda a vida, e as pessoas não confiam na gente.



 Irma Ugarelli Manfrenotti

Postado por Admin artigos, irma

Deixe seu comentário